Vendas de imóveis em SP cresceram 23,6%

A cidade de São Paulo fechou o ano de 2013 com 33.319 imóveis vendidos, quantidade 23,6% maior que a registrada no ano anterior, de 26.958 unidades, segundo o Balanço de Mercado divulgado pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação).

A alta se dá após dois anos consecutivos de quedas: entre 2010 e 2011, houve uma queda de 21,1% (passando de 35.869 unidades vendidas para 28.316), e depois entre 2011 e 2012, o decréscimo foi de 4,8%, quando foram comercializados 26.958 imóveis.

Foi registrado um crescimento nominal de 20% na média dos preços do metro quadrado da capital, em 2013, o m² custava 8.700 mil, enquanto em 2012, esse valor era de R$ 7.200; já o crescimento real foi de 10,7%. Quando considerado os preços da Região Metropolitana de São Paulo, a média do m² passa a ser de R$ 5.400.

Já o segmento que mais se destacou foi o de imóveis com 1 dormitório, que praticamente dobrou o número vendido: no período, foram 8.391 unidades comercializadas, contra as 4.202 de 2012.

Perspectivas para o futuro

Considerando que 2014 será um ano atípico para os brasileiros (Carnaval em março, Copa do Mundo e eleições presidenciais), o Secovi prevê que o mercado imobiliário permaneça estável, inclusive os preços.

“A decisão de comprar um imóvel é muito importante, por isso, o futuro comprador precisa se preparar e sentir que o mercado está seguro; com as eleições e a Copa, a gente não sabe como ficará a taxa de desemprego, por exemplo”, explicou o presidente da instituição, Claudio Bernardes.

Fonte: InfoMoney