Vale reformar imóveis antigos para revenda?

Muitas imobiliárias e corretores procuram investir na reforma de imóveis antigos com a finalidade de revendê-los. Mas há quem fique na dúvida se esse tipo de negócio vale a pena. Quer saber o que é preciso para realizar essa tarefa, bem como as vantagens e desvantagens? Confira  a seguir!

Valorização do imóvel

Você sabia que uma reforma bem feita valoriza um imóvel em torno de 30%? Há casos em que esse valor pode subir ainda mais, dependendo dos materiais utilizados e do tipo de serviço realizado. Mas é preciso se atentar ao planejamento e execução da reforma, além de ter uma lista de prioridades.

Contratando profissionais

Será necessário um engenheiro ou um arquiteto para coordenar a reforma. Além disso, você ainda precisará de profissionais qualificados como pedreiros e pintores.

Prioridades da reforma

As reformas da parte hidráulica e elétrica são tão importantes quanto colocar novos pisos e pintar as paredes. Mesmo que sejam menos visíveis, elas fazem a diferença ao fechar um negócio e garantem que o comprador não tenha problemas no futuro. Por esse motivo, verifique se as instalações estão em condições de uso.

Claro que a parte estética também conta! Portanto, não reforme focando em seu gosto pessoal. Contrate um decorador ou arquiteto para que ele oriente-o sobre as tendências na reforma de imóveis.

Optar pela reforma ou não?

Você já percebeu que há muito dinheiro envolvido nas reformas, por isso é importante fazer um orçamento, verificar todos os gastos e implementar esses custos no imóvel de forma que você lucre sem assustar o cliente com um preço exagerado. Se a casa ou apartamento estiver estagnado, a reforma é uma alternativa para atrair clientes, mas em outros casos ela pode aumentar o valor de um imóvel que deveria ser barato, seja pela localização ou tamanho.

Para que você pondere sua escolha, separamos as vantagens e desvantagens de reformar imóveis antigos para revenda.

Vantagens

  • Valorização do imóvel;
  • Apartamentos antigos costumam ser maiores, explorando o espaço disponível que pode se converter em suítes, sala de dois ambientes, etc;
  • O apartamento reformado gera mais interesse por parte do cliente.

Desvantagens

  • A chamada “valorização emocional” pode afetar a venda. Você pode acabar colocando um preço acima do que é justo e afastar possíveis compradores.
  • Há imóveis que precisam de um valor superior de investimento na reforma do que o previsto. O valor dos reparos não deve ultrapassar 15% de sua margem de lucro e é preciso fazer um orçamento detalhado para não ter chances de ficar no prejuízo.

Optar pela reforma, depende de cada caso. Se pergunte quanto você está disposto a gastar e se a reforma é necessária para atrair clientes. Imóveis antigos geralmente precisam de reparos, o que não significa grandes gastos.

Para se ter noção do tamanho da reforma, pense em que tipo de cliente você quer atrair e qual é o padrão de imóveis encontrados na região onde ele está. Assim, você torna essa empreitada mais segura para seus negócios!

Qual a sua experiência com a reforma de imóveis antigos? Comente!